• Carol Ribeiro

Santiago de metrô: Cerro San Cristobal + Pátio Bella Vista

Mais um capítulo do nosso tour por Santiago do CHILE - passeios utilizando o metrô. Quem chegou agora confere o outro post sobre Passeios no Centro de Santiago, Cerro Santa Lucia e Onde Comer em Santiago.


ESTAÇÃO: BAQUEDANO


Bem próximo dessa estação, existem muitos lugares bacanas. Destaco hoje o Cerro San Cristobal e o Pátio Bella Vista.


Ele é muito diferente do Cerro Santa Lucia; com conceitos bem distintos. Santa Lucia é rústico e histórico, mesclando cidade e natureza numa mistura intensa e incrível. San Cristobal é mais religioso, é mais alto e a natureza é diferente. Ele não permite um contato tão próximo com a cidade. Enfim, vale muito a pena visitar os dois Cerros porque são belezas completamente diferentes.

Serro avistado pela varanda do apartamento que aluguei

O San Cristobal é um dos pontos mais altos de Santiago (880 metros) e abriga, no topo, a imagem da Virgen de la Inmaculada Concepción. Muito visitada por turistas, locais e até a turma da bicicleta que lota o lugar nos finais de semana para fazer trilha até o topo.


No topo foi celebrada uma missa, em 1987, pelo papa João Paulo II, em sua única visita ao Chile.


Para chegar até o alto você tem duas alternativas: subir por teleférico ou funicular. Alguns arriscam subir a pé (existem trilhas para isso), mas vendo a altura, eu nem considerei essa hipótese. Optamos pelo funicular, pois era bem diferentão!


DETALHE: O teleférico não funciona nas segundas-feiras. Se você optar por voltar nele, vai sair na rua Pedro de Valdívia (um pouco distante da estação de metrô), vai ter q caminhar em torno de 1,2 quilômetros para chegar à Estação.


À umas três quadras do metrô, fica a praça que dá acesso ao Serro pelo funicular. É preciso comprar um ticket dentro desse "castelo". Já viu algo mais charmoso que isso? Você pode comprar ida e volta ou só ida e lá em cima decidir se desce a pé, volta no funicular ou pelo teleférico - que te deixa do outro lado do Serro. Nós optamos por fazer o trajeto de ida e volta pelo funicular.

Na fila do embarque, já temos uma visão dos trilhos e bate aquele friozinho na barriga. A subida é íngrime, bem comprida, mas vai devagarzinho. É um passeio muito legal e a vista é maravilhosa!


Durante a subida, tem uma parada que dá acesso à um zoológico, mas TODAS as pessoas que conversamos disseram que não tinha nada demais. Subimos direto e chegando ao topo, e temos uma vista MA-RA-VI-LHO-SA de Santiago!


Um frio de meu Deus, mas uma visão incrível da cidade que compensa qualquer ventania nas orelhas (e o nariz de cachorro)! 






Nessa área existem muitas barraquinhas. Os presentes, adornos e lembrancinhas daqui estavam mais caros do que no Mercado Central, mas a empanada no Cerro é maravilhosa. Vale a pena fazer um lanche.


Desse ponto em diante é só por escadas mesmo. Andamos muito nessa viagem, mas voltamos com as pernas durinhas - melhor que academia!



Subindo pelo caminho das sete cruzes (que tem uma vista maravilhosa da cidade), se chega ao pátio da Igreja da Imaculada Conceição, construída em 1931. O interior possui imagens em relevo nas paredes, contando passagens da vida de Jesus. 


A construção é rústica, simples, mas traz uma paz imensa. É linda e dá vontade de ficar um tempão admirando e meditando, mas como nosso tempo é curto e tem muita coisa para ver, não deu para ficar tanto quanto eu gostaria.


Depois de mais um tiquinho de subida, chegamos ao ponto mais alto! Uma jardim com diversas espécies de flores, bancos e esculturas. No topo, uma estátua da Virgem Imaculada Conceição que tem 22 metros de altura. Abaixo dela, uma linda capela com as paredes decoradas. 


O interior é redondo e para conseguir mostrar tudo, seria preciso fazer uma filmagem em 360º. Como haviam muitas pessoas em oração e meditação, por respeito não fiquei tirando fotos o tempo todo.




Estátua da Virgem Imaculada Conceição - Cerro San Cristobal - Santiago - Chile


Subimos direita para chegar à Capela, passeamos nesse espaço e descendo à esquerda, mais surpresas. A imagem do Papa João Paulo II, a Crucificação (e algumas sepulturas de gaveta - isso achei meio sinistro isso).


Voltamos pelo funicular para aproveitar o Bairro e conhecer o Pátio BellaVista. Você pode optar por descer de teleférico, mas fique ligado nas informações do começo do post. Enquanto esperávamos o funicular para a descida, soltei minha criança interior...


PÁTIO BELLAVISTA


Próxima parada PÁTIO BELLAVISTA.


Um quarteirão inteiro, 7 entradas e acesso pelas 4 ruas no entorno, completamente tomado por barzinhos e restaurantes muito charmosos; chega a ser difícil escolher um. Se eu ficasse um mês inteiro em Santiago, comendo todos os dias ali, acho que não conseguiria conhecer todos os restaurantes disponíveis - são mais de 90 estabelecimentos.


Além de toda a comida boa, com culinária local e internacional, você encontra artesanato e muita variedade de roupas, decoração, acessórios, presentes, doces e afins... Cultura e gastronomia variada num só lugar: não tem como não amar!



Lá no fundinho da foto, você vê o topo do Cerro San Cristobal



No Pátio BellaVista você vai encontrar tanto turistas quanto moradores, que aproveitam o intervalo do almoço para curtir os bares, a culinária maravilhosa e a música ao vivo.


Não se empolgue demais, porque o preços não são muito populares, mas ainda assim vale conhecer. Além do movimento normal, já foi usado para duas Bienais de Arte. Por ser um famoso ponto de encontro, o Patio Bellavista geralmente fica cheio nas noites de sexta, sábado, domingo e feriados. Veja a lista dos restaurantes AQUI.


Se quiser saber mais sobre preços para comer em Santiago, confira no post Onde comer em Santiago.

25 visualizações