• Carol Ribeiro

ALEPH - Paulo Coelho

Uma história que mistura reflexão e romance. Com muitas frases de efeito, lições de vida, paciência e perdão!


FICHA TÉCNICA

ALEPH

Autor: Paulo Coelho

Editora: Sextante

Páginas: 256

Ano de publicação: 2010

Nota no Skoob: 3,6


Veja também: Para depois que eu partir

livro Aleph de Paulo Coelho

CONTEXTO


Nesse romance que mistura presente e passado, Paulo Coelho narra sua busca por renovação e autodescoberta.


Na tentativa de revitalizar sua energia e paixão pela vida, ele decide percorrer a Ásia pela ferrovia transiberiana e não poderia imaginar que surpresas essa peregrinação lhe reserva.


Nessa trajetória, ele conhece Hilal, uma jovem e talentosa violinista - um encontro que vai mudar sua vida para sempre.


Ele descobre os laços que os uniram no passado e como esses acontecimentos interferem na vida atual de maneira tão intensa que, mesmo 500 anos depois, isso o impede de ser feliz.


Juntos, os dois se lançam numa viagem pelo tempo e o espaço, abrindo-se para o perdão e a coragem de enfrentar os desafios da vida.

trecho do livro Aleph de Paulo Coelho

MINHAS IMPRESSÕES


Intercalando a narrativa da viagem com trechos de profundo ensinamento e interpretação da vida, Paulo nos convida a aproveitar cada momento que vivemos, não tentar controlar o que não podemos e não seguir roteiros tão fixos que nos impeçam de apreciar a vida, os acontecimentos e as surpresas.


Somos resultado de todas os nosso relacionamentos, nossos diálogos, nossas passagens pelos lugares e pela vida das pessoas. Ao nos fechar para o novo e o inesperado, podemos perder a oportunidade de viver experiências que seriam mais enriquecedoras do que nosso roteiro planejado.


Às vezes você determina onde quer chegar, mas a vida se encarrega de te levar até outro destino; não o que você quer alcançar, mas sim o que você precisa!


Recomendo a leitura pra quem: 1- Gosta do tema reencarnação 2- Aprecia uma boa reflexão durante a leitura 3- Sabe encontrar pérolas nas entrelinhas; já que a narrativa traz muitas reflexões enriquecedoras, mas enigmáticas.

trecho do livro Aleph de Paulo Coelho

Veja também: A virtude da raiva

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo