• Carol Ribeiro

Meditação - de um jeito que você nunca viu

É comum ouvir dizer que meditação não é para os ansiosos e impacientes - era o que eu mesma dizia. Hoje sei que é exatamente o contrário; a meditação ajuda a ter mais controle sobre si mesmo, sobre seus pensamentos e reações à estímulos externos.


Muita gente acha que meditação é sentar com a coluna reta, em silêncio e não pensar em nada. Para quem é muito agitado, parece assustador. O fato é que existe uma série de métodos que auxiliam nesse processo inicial de imersão e que contribuem para obter mais foco e serenidade - e tudo acontece gradativamente.

Treinar a mente produz diversos benefícios: reduz o estresse e impaciência, melhora o equilíbrio emocional e a qualidade do sono, aumenta foco e capacidade de concentração, favorece emoções positivas, resiliência e até auxilia no controle da ansiedade e depressão.

Mesmo sabendo de tudo isso, muita gente nem sequer TENTA, às vezes pela correria do dia, falta de tempo, distração ou preguiça mesmo!


Com base em todas as desculpas que usamos pra não iniciar novas atividades como essa, vou destacar os pontos principais desse assunto e derrubar todos os argumentos: um a um...


NÃO TENHO PACIÊNCIA


Como já foi dito aqui, um dos resultados da meditação é justamente acalmar a mente, respirar e encontrar equilíbrio interior. A falta de paciência é "cultivada" dia-a-dia, logo, a paciência também pode ser aprendida e exercitada; basta querer.

Tudo que sabemos na vida, é fruto de estudo, aprendizado, experiências, erro e acerto. Se todo mundo pudesse controlar a própria mente com facilidade, não precisaríamos da meditação. É justamente nos momentos em que a mente está mais instável e tumultuada que mais precisamos meditar.


O aplicativo de meditação LoJong envia muitos emails legais, olha esse trecho:


"Haverá dias muito conturbados, com muito trabalho, muitas preocupações, dias ruins. A mente estará bastante irritada, toda a nossa energia estará perturbada. Pode ser que você se sente para praticar e dois minutos depois desista: “Esqueça! Hoje não vai dar pra meditar! ” E então se levante, vá ver TV, ou vá para a internet. Isso é como estar muito doente e pensar: “Ah… estou tão doente! Estou muito doente pra tomar remédio! Vou deixar pra quando estiver me sentindo melhor! ”


Esse é um ótimo exemplo. Deixar de meditar porque você está inquieto é o mesmo que deixar de tomar um remédio porque está doente. A meditação é o remédio da mente, assim como o comprimido é o remédio do corpo.


NÃO TENHO TEMPO


Essa talvez seja a desculpa n°1 para todas as promessas não cumpridas: metas de começo de ano, atividades físicas, visitas aos amigos, tudo isso sendo sabotado a cada dia pela suposta falta de tempo.

A vida de todo mundo é uma correria só, mas se você fracionar seu dia e analisar quantos minutos vai dedicar à essa prática, vai notar que é MUITO menos do que gasta vendo TV ou olhando redes sociais, por exemplo.


Esse curto tempo pode te beneficiar em muitas outras atividades do dia, que você vai fazer com mais qualidade, assertividade e calma.


NÃO TENHO LUGAR PRA MEDITAR


A meditação não precisa ser como nos filmes, vestido de branco em um templo ou um campo gramado. Esqueça isso tudo! Você pode fazer na sua casa, assim que acordar ou antes de dormir. Pode ser num banco de praça, num estacionamento, no chão da sala de casa ou no seu quarto. O importante é o que você vai trabalhar DENTRO de você.

A meditação é algo que te conecta com seu eu interior. Quando você dominar a técnica, vai poder se controlar mesmo no meio de um turbilhão de coisas.


Aí você diz: Carol, você tá doida! Eu não sou Buda, não dá pra fazer isso num lugar barulhento.


No começo, com certeza não. Mas com o passar do tempo, tudo vai se tornando mais simples e automático. É com dirigir, no começo a gente precisa de 200% de atenção, com o tempo já consegue dirigir, conversar com o carona, ouvir música e passar marcha sem precisar pensar muito sobre isso.


Minha mente é muito agitada, eu não sirvo para a meditação


A mente que você trouxe para a prática pode estar inquieta e turbulenta, atirando pensamentos, preocupações, medos, pedras, lama, tudo o que é tipo de coisa em você. Não há como controlar isso! Mas você pode vibrar em outra sintonia, trazendo para a sua mente algo doce, suave e tranquilizador. Após alguns minutos sua mente estará mais calma, quieta e equilibrada.


Hoje eu uso muito o aplicativo Medite.se disponível na play store, possui um leque enorme de práticas, com trechos curtos e uma voz calma. O instagram deles também é fantástico e traz frases impactantes, dessas que a gente precisa mentalizar pra viver bem (e deixar de ser besta).

Se você está numa fase tranquila na vida, aproveita pra começar a prática. Se você está em agitação e desequilíbrio, precisa mais ainda começar a meditar.


Na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê; agora você não tem mais desculpa. Que tal começar agora com uma prática guiada?

7 visualizações