• Carol Ribeiro

Montevideo - Cidade Velha

A Cidade Velha ou Ciudad Vieja, como eles dizem, é o centro histórico de Montevideo - onde se concentra boa parte dos pontos turísticos da cidade.


Ficamos hospedados bem ao lado do Palácio Salvo, na Plaza Independencia, no limite entre a cidade velha e a o centro comercial, ou cidade nova. Era tanto lugar pra conhecer que acabei não fazendo a visita guiada no Palácio (aquele famoso, amanhã eu faço, depois eu vejo) mas dizem que é bem interessante conhecer o prédio.


O Palácio Salvo já foi o edifício mais alto da América do Sul. Sua história é muito interessante e a arquitetura é maravilhosa. Como só vi o exterior, não vou me estender no assunto, mas fiquei com vontade de conhecer o interior da construção. Apesar de não ter feito a visita, eu tomava café da manhã todos os dias admirando esse galã de Montevideo.

OBS: Uma quadra atrás da praça existe um Cassino. Para quem nunca entrou em um, vale dar uma passadinha lá!

Saindo na direção da Puerta de la Ciudadela (a uns nove quarteirões da Praça) fica o Mercado del Puerto. O trajeto até lá é uma descida leve com arquitetura rica, paisagens pra tirar muuuuita foto bacana, muitas lojas e camelôs com coisas lindas: decoração, lembranças, presentes e artigos diversos como echarpes, chapéus, chaveiros, imãs, enfeites, porcelanas, etc...

No caminho da Praça até o Mercado, já dá para conhecer a Plaza Constituicion, a Igreja Matriz e você ainda pode escolher algum dos vários museus pelo caminho.


Na Plaza Constituición (em frente à Igreja Matriz) tem uma feira de artigos variadas e uma linda fonte, que nos dias ensolarados fica ótima para tirar fotos. 

A igreja matriz é linda e não dá pra captar toda a beleza dela por fotos. Recomendo ir sem pressa, conhecer o interior, sentar um pouco e ouvir a melodia que sai das caixas de som, admirar cada cantinho da igreja. Depois sentar na praça, tomar um café ou sorvete (o sorvete do quiosque da praça é maravilhoso).

Da Plaza Independencia até o Mercado del Puerto é só ladeira abaixo. Uma descida suave, com muita coisa para ver no caminho. O trajeto é feito por um tipo de calçadão e a maior parte dele, tem acesso gratuito de Wi Fi.


No caminho, encontre essa loja - KHAZANA. Lá tem muitas kaftas, batas, lenços e peças lindas em tricô. Quando eu gosto, eu posto!!!

Chegando no Mercado, muita novidade, lojas ao redor, uma bela paisagem pra tirar fotos.


O Mercado é bem rústico e tem restaurantes internos e externos. São opções variadas de cardápio e boa parte dos turistas fica curioso pra experimentar a Parrillada. Fique atento aos cortes de carne que compõem o prato, alguns são típicos para o gosto dos uruguaios, mas não fazem sucesso entre os brasileiros. Procure por restaurantes que ofereçam mais de uma opção na combinação das carnes ou então você pode optar por escolher peças individuais pelo corte da carne (quase sempre sai mais barato assim).


As carnes são assadas sobre uma grelha e utilizam lenha, por isso o sabor é tão diferente do nosso que é feito com carvão.


DICA EXTRA: Depois de comer uma bela carne, experimente a Batata Glaceada. É um pedaço de batata doce assada, caramelizada com açúcar usando uma chapa de ferro quente.



Preços do cardápio em pesos uruguaios (tirei foto só de uma página, mas o cardápio é enorme). Para converter, basta dividir o valor do prato pela cotação.


Durante a nossa viagem, a melhor cotação foi R$ 8,50 na casa BACACAY (Av. 18 de Julio, bem perto da Plaza Independencia). A picanha por exemplo, custava 680 pesos - ou seja, algo em torno de R$ 80,00 suficiente para duas pessoas.


Lembrando que para pagamento com cartão (ou tarjetas como eles chamam) tem desconto. O Uruguai tem uma lei para turistas que devolve o IVA - que é equivalente ao nosso ICMS, esse cálculo é feito na fatura do cartão. O desconto recebido é maior do que o IOF cobrado nas transações internacionais, então vale a pena procurar saber os locais que oferecem o desconto para pagamento em cartão.


Quando viajamos o desconto era de 18,5% e a data de vigência terminava em 30 de abril de 2018, quando seria reduzido para 9% (mas mesmo assim continuaria valendo a pena, pois o desconto ainda seria superior ao IOF).


Na época da sua viagem, se informe se existe algum desconto vigente para pagamento com tarjeta. Os garçons sabem informar direitinho.



Bom esse foi o resumo de um dia de passeio. Se quiser saber alguma coisa, manda ver pelos comentários. Para ver mais um poco desse dia de passeio, aperte o play. E não esqueça de conferir os outros post's dessa viagem, porque teve muito passeio legal. Até mais!!!


0 visualização