• Carol Ribeiro

Filmes pra chorar e pensar na vida

Filmes que vão te fazer refletir sobre relacionamentos. amor, sentimentos, insegurança, prioridades, medos e sobre como a vida é efêmera.


Tem dias que a gente tá a fim de curtir um filminho de fazer chorar, né não?! O tema de hoje é REFLEXÃO + LIÇÃO DE VIDA. Filmes pra dar aquele "tapa da cara" que a gente precisa de vez em quando, pra parar de reclamar por besteira, apreciar a vida e ver que temos muito mais a agradecer do que reclamar.

Todos os filmes listados aqui está disponíveis na NETFLIX. Se você ainda não tem, pega o teste do primeiro mês grátis que não vai se arrepender. Funciona mais ou menos como aquelas locadoras de antigamente. Lembra do atendente que sugeria filmes baseado nos títulos que você elogia quando devolve? Pois então, a Netflix é o atendente da locadora: a plataforma analisa seu perfil e quanto mais você classificar os títulos ao final da sessão; mais ela vai "entender" o seu perfil e passa a te sugerir títulos do seu interesse. Se você acha que tudo q eu falei é besteira porque todo mundo sabe disso, acredite: AINDA CONHEÇO MUITA GENTE QUE NÃO TEM NETFLIX! "What?????" Chega de papo, vamos à lista!



SE EU FICAR

Tem uma pegada adolescente, mas isso não é necessariamente ruim. A história se passa em torno dos pensamentos e reflexões de Mia, que após um acidente de carro perdeu sua família e o detalhe é que: durante o filme, ela está em coma!


Durante 24 horas ela revê acontecimentos da sua vida - em forma de memórias - e tenta decidir se quer lutar para acordar do coma e seguir a vida ou se entrega os pontos e desiste, já que seus pais se foram e seu irmãozinho luta entre a vida e a morte.


É profundo, intenso e te faz refletir sobre as pequenas coisas do cotidiano, que muitas vezes não damos o devido valor. Também mostra como, algumas vezes, julgamos características das pessoas como sendo defeitos, quando na verdade são apenas particularidades que tornam as pessoas especiais em nossas vidas; mas só percebemos isso quando é tarde demais!


O filme é ótimo, mas o final deixa aquela sensação de que ainda tem história para contar, que poderia se estender um pouco mais. Mesmo assim, vale a pena! Prepara uns lencinhos, uma água pra desentalar a garganta e aperta o play.



PERFEITA PRA VOCÊ

Mais um filme que te faz refletir sobre o quanto a vida pode ser simples ou complicada - tudo depende do peso e da importância que você dá para cada acontecimento da sua vida.


Nessa história, a protagonista Abbie vive um relacionamento de fazer inveja com seu marido, amigo, parceiro da vida toda, Sam. Inseparáveis desde os oito anos de idade, com uma vida estável e cheia de planos, tudo se transforma quando ela é diagnosticada com um câncer terminal.


Todos os sonhos, projetos e até a estabilidade do relacionamentos são completamente abalados, com a notícia de que ela vai partir em breve e que isso é fato! E aí entra o X da questão: quem de nós sabe quando vai partir? Todos fazemos planos, mas podemos não estar aqui amanhã. Será que precisamos de um diagnóstico para começar a viver nossa vida da forma correta? Se partirmos agora, será que vamos deixar assuntos mal resolvidos? Será que estamos preparados para deixar aqueles que amamos, tendo a certeza de que fizemos nosso melhor e que eles ficarão bem?


O tema é clichê, mas isso não o torna menos emocionante. Afinal, por mais que vejamos esse tipo de enredo, sempre consegue nos impactar e fazer refletir sobre pequenas atitudes do dia a dia. Eu considero um chacoalhão do bem. Não tem como não se tornar mais amável com as pessoa ao redor depois de ver um filme desses.



JÁ ESTOU COM SAUDADES

Mais um filme que eu acredito que será impossível não chorar. Apesar da vida diferente que levam, Jess e Milly são inseparáveis desde a infância. Amigas, cúmplices e parceiras em tudo, enquanto Jess  procura se manter animada e otimista nas tentativas de engravidar e realizar o sonho de ser mãe, Milly descobre um tumor e começa a passar a pior fase de sua vida.


É lindo ver o desenrolar dessa trama que traz uma amizade verdadeira e sincera em todos os aspectos, inclusive o de que não existe relacionamento perfeito.


Embora o enredo seja bem focado na doença, isso é feito de forma leve. Sugiro que seu olhar se volte para o contexto da amizade; sobre como às vezes precisamos ser solidários ao que o outro está passando e tentar ser menos egoísta. Não digo isso com o foco na pessoa donte, mas exatamente o contrário - de como é importante apoiar a felicidade do outro e vibrar com isso, sem usar a muleta do egocentrismo e achar que quem sofre sempre tem prioridade e deve ser o centro das atenções. Achei esse conceito diferente de todos os outros filmes sobre o assunto que já vi antes.


O filme tem pitadas humor para tornar a história mais leve, mesmo assim não deixa de ser comovente e profundo. Aborda a amizade, os reveses da vida, a maneira como a doença interfere nas pessoas ao redor e a complexidade de saber que você vai partir -  o que é um fato inerente ao ser humano, mas para o qual ninguém está preparado. Como diz um amigo meu: todo mundo quer ver Deus, mas ninguém está com pressa!


Se prepara para afogar sua pipoca em lágrimas e depois me conta o que achou. Espero que goste, que reflita e que chore ou pelo menos engasgue, porque como eu disse no começo: o tema é REFLEXÃO + LIÇÃO DE VIDA. Volto depois com mais listinhas e temas diversos, porque também merecemos rir um pouco, né não?!

30 visualizações