quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Dica de Viagem: Tiradentes MG

Gente, está difícil escolher sobre o que falar primeiro sobre Tiradentes. Que lugar charmoso, que gente bacana, que clima delicioso...

Tiradentes fica na rota da Estrada Real, localizada à 190 km da capital, Belo Horizonte. Possui muitas atrações turísticas, gastronomia rica, história instigante, ecoturismo e muito, mas muito artesanato de qualidade. Além de tudo que se pode encontrar durante todo o ano, a cidade também sedia eventos interessantes como a Mostra de Cinema, o Festival de Cultura e Gastronomia e a Caminhada da Lua Cheia que percorre 12km de serra chegando a um mirante que os participantes afirmam ser espetacular.
A pequena e charmosa cidade, com pouco mais de 7 mil habitantes, pode ser visitada em um final de semana, mas o difícil é voltar para casa e não sentir vontade de ficar mais um pouco. Apesar da pequena população, tem ótima infraestrutura para receber bem turistas de todos as classes, abrigando desde pousadas mais simples até as mais sofisticadas.

Sugiro começar pelo passei de charrete, existem várias opções e você pode chorar um desconto. Conseguimos o passeio completo por R$ 70,00 (preço de Novembro/2018). O trecho é perfeitamente viável para ser feito a pé, mas a charrete tem três vantagens, você conhece vários lugares num tempo muito menor, o charreteiro passa pelos principais pontos turísticos contando a história da cidade e dos pontos, além do charme que é andar assim, me fala se não é super diferente do seu cotidiano.
Durante o passeio, é possível visitar as igrejas e alguns outros pontos. Algumas igrejas cobram a entrada, outras são gratuitas. 

Não vou entrar em detalhes para contar a história das igrejas, porque eu acho legal ouvir do guia. Ele conta de um jeito bem legal e te faz entender como era naquela época.

O artesanato é tão rico e bonito que dá vontade de voltar à Tiradentes com uma caminhonete e encher de móveis, quadros e esculturas.

A comida é excelente e você também encontrará todo tipo de culinária, desde lanchonetes mais simples, passando pelos self-service, restaurantes sem balança, o famoso PF e até restaurantes com um cardápio mais sofisticado (e o preço será equivalente).

Eleitos os melhores da viagem:

- CHARRETE DO CAVALO SERENO, GUIADA PELO BRUNO
Ficam na praça Tiradentes. O Sereno cavalga sozinho em algumas partes, pena que não consegui filmar. O Bruno desce com a gente e fala: vai virar Sereno e o fofinho vai sozinho fazer a volta com a charrete!

- ARTESANATO
São MUITAS lojas de artesanato, tapecaria, quadros, espelhos, objetos em madeira de demolição. Mas eu gostei especialmente da Oficina de Ourives Santíssima Trindade. Lá é bem bagunçado e cheio de coisas do chão ao teto, mas se você tiver paciência e olho treinado, vai achar muita coisa legal, desde objetos antigos até jogos pedagógicos. Fica na praça principal, ao lado da igreja.

- CHOPP
Os melhores que tomamos foram na PIZZERIA PERTO DA PRAÇA com um chopp puro malte da Rio Preto. Chegando na praça principal, pegue a rua à direta na parte oposta à igreja. E também o chopp da CERVEJARIA TIRADENTES que fica na praça principal, em um carro antigo com um barril (tem foto acima).

- DOCES E QUEIJOS
Olhamos várias lojas e preços. O melhor lugar para comprar essas iguarias foi a Casa do Queijo. Rua Henrique Diniz, 146. Saindo da praça pela ponte (onde tem duas barras de concreto e só passa um carro por vez) vire à direita e vai sair na loja. Excelentes preços, muita variedade de doces, licores, pimentas e queijos.

Por falar nisso, a segunda parte dessa viagem é sobre Bichinho e a melhor cachaça - acredite, até quem não gosta vai querer provar. Espero que tenham gostado das dicas e se tiver algum cantinho de Tiradentes que você indica, conta pra gente nos comentários, vamos aumentar essa lista! 

E para não perder o costume, o vídeo de viagem traz um pouquinho da cidade, embora aquele clima gostoso, e toda a maravilha do lugar, só seja perceptível aos olhos, já da pra ter um gostinho de "quero ir"...

Atualizações do Instagram

Topo