sábado, 23 de junho de 2018

Dica de leitura: Extraordinário

Sabe aquele livro que fica na fila por um looongo tempo e quando você finalmente lê, se pergunta: porque eu demorei tanto tempo para começar essa leitura?! Já faz um tempinho que terminei e ainda tenho certa dificuldade em explicar o quanto esse livro agrega em conhecimento, reflexão e lição de vida.


Extraordinário é um livro de linguagem simples, leitura rápida e muito gostosa. O livro traz não só uma história legal, mas uma mensagem importante e muitas frases para refletir e motivar.

A autora R.J.Palácio teve inspiração para o livro ao encontrar uma menina com deformidade facial e ver a reação de seus filhos. Para ela foi um momento impactante e resolveu escrever o livro para alertar as pessoas para esse tipo de situação, na qual podem ferir o sentimento de alguém até mesmo com um simples olhar.

Sem contar mais do que o necessário, vamos resumir o básico. A história conta um pouco sobre a  infância August, um menino brilhante, inteligente, sensível e divertido que tem uma deformação facial e por isso sofre inúmeras dificuldades para tentar viver uma vida normal e se relacionar com as pessoas.

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."

"Se cada pessoa tomar por regra que, onde quer que esteja, sempre que puder, será um pouquinho mais gentil que o necessário, o mundo realmente será um lugar melhor."

"Seus feitos são seus monumentos."

"Acho que deveria haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo."

Sabemos o quanto crianças podem ser cruéis, mas também como são amáveis e o livro retrata muito desse universo, porém muitos outros indivíduos que reconhecemos do nosso cotidiano estão presentes no livro: uma amizade que se afasta de repente, outra que nos engana, alguém que é amável conosco, fala sobre preconceito, beleza interior, sinceridade, coragem e perdão.

Acho muito interessante quando o autor retrata o ponto de vista de vários personagens, dessa forma podemos construir um cenário onde não existe nada totalmente certo ou errado, mas sim atitudes humanas, passíveis de erro e acerto.

Não existe um único capítulo em vão. Não há uma frase no livro que não seja pertinente, necessária e maravilhosa. Nos dias de hoje, em que se fala tanto em diversidade, respeito, individualidade e a necessidade de mais gentileza e amor entre as pessoas, esse livro é completamente atual e espetacular. Arrisco dizer que deveria ser leitura obrigatória nas escolas, para ensinar não só sobre literatura, mas também sobre sentimentos.

Extraordinário é para todas as idades, para todas as pessoas. Recomendo e espero mesmo que você leia esse livro!
segunda-feira, 11 de junho de 2018

Uruguai: Colônia de Sacramento

Chegamos à minha parte favorita dessa viagem. Embora TUDO no Uruguai seja lindo e charmoso, Colônia de Sacramento tem um 'quê' a mais! Não sei explicar, mas ali existe uma atmosfera diferente; o lugar consegue ser romântico, histórico, tranquilo e encantador.

Na minha primeira visita ao Uruguai, desisti de conhecer esse lugar por dois motivos: primeiro porque o tempo não ajudou - o frio e a chuva foram implacáveis e isso desanimava bastante; segundo, porque alguns turistas brasileiros me falaram que não viram nada demais e que é apenas uma cidade velha com casas antigas, como as que existem no interior de MG. 
Dica: Nunca desista de um passeio porque alguém disse que não vale a pena. Conheça e crie a SUA percepção sobre coisas e lugares.



Colônia fica a 180km de Montevideu, em estrada duplicada e linda paisagem. Você pode ir de carro ou ônibus e para quem estiver em Buenos Aires dá para chegar por meio do BuqueBus. A chegada de carro é espetacular e a entrada é cheia de palmeiras que ocupam uma longa extensão dos dois lados da estrada.


A cidade possui a parte histórica (com casas antigas e vielas estreitas, em pedra) e uma parte mais moderna, asfaltada, com ótimos restaurantes e lindas ruas cheias de comércio variado. Embora seja tudo fascinante, para  mim, o maior charme são as árvores imponentes e predominantes em todo o lugar - fomos em Março, mas pesquisei e descobri que não é assim o ano todo.



Começamos pela parte histórica, passando pela Plaza Mayor, o farol, o Portão da Cidadela, a famosa Cale de los Suspiros (rua dos Suspiros), o pequeno Porto dos Iates, a Basílica del Santíssimo Sacramento, além da feirinha, as lojas e os vários restaurantes e lanchonetes espalhados por todo o lugar.

(Plaza Mayor - Vista do mirante intermediário do Farol. Depois dessa vista tem mais um lance de subida)


(Puerta de La Ciudadela)

(Cale de Los Suspiros)



Como não podemos deixar de falar um pouco em comida, recomendo o Vintage, que tem uma mini pizza MA-RA-VI-LHO-SA! Fica no entorno da Plaza Mayor, aliás existem muitas opções com comida boa por lá.


Fizemos somente um dia de passeio e voltamos para Montevidéu ao entardecer, mas gostaria muito de ter ficado mais tempo, experimentado a tranquilidade e o fascínio desse lugar à noite e se eu voltar ao Uruguai em outra oportunidade, com certeza esse roteiro não vai ficar de fora. Entretanto, mesmo se você não quiser pernoitar lá, com certeza ainda vale muito a pena fazer um bate-volta.

Colônia de Sacramento tem vários cantinhos deliciosos. Dá vontade de sentar em cada lanchonete, entrar em cada lojinha e ficar admirando cada paisagem.





Logo atrás de onde fiz essa foto, fica a Feira Artesanal - com tipos variados de produtos: desde comida, brinquedos, roupas, lenços, decoração, pedras, bijuterias, chapéus (este que estou usando foi comprado lá), imãs de geladeira (adoro e acho que são a melhor lembrancinha) instrumentos musicais, artigos de decoração e muitas outras coisas legais.

(Feira Artesanal)

Até tentei tirar fotos, mas não ficaram boas (são muitos quiosques envoltos por árvores e banquinhos à sombra). Vale a pena passar por essa feira, está localizada perto do Campus Municipal Prof.Alberto Suppici (um estádio localizado na Rambla Costanera).




Colônia é super charmosa. Cheia de estabelecimentos rústicos e elegantes, pessoas amistosas e sorridentes, comidas deliciosas e TUDO, eu disse TUDO é absolutamente lindo para tirar foto e filmar.

Se for a Montevidéu não deixe de fazer esse passeio. Da primeira vez que fui ao Uruguai, confesso que não tive a intenção de conhecer o lugar (além de ter recebidos más indicações) porque o passeio com as agências é bem caro, em relação ao preço dos demais passeios.

Hoje vejo que é um valor que compensa, mas ainda acredito que ir de carro próprio é muito mais interessante, porque você pode explorar o lugar com calma e sem roteiro definido por um guia; vai se surpreendendo e parando onde der vontade e pelo tempo que quiser.

Se você estiver num grupo de 4 ou 5 pessoas, inclusive sai mais barato alugar um carro do que pagar pelo passeio - e pode ir tranquilo, a estrada é excelente e o caminho super fácil de encontrar.

Fico por aqui. Espero que tenham gostado e não deixe de conferir os vídeos da viagem pelo Youtube.

A saga da viagem ainda não terminou, fique atento aos próximos post's da série MONTEVIDÉU. Super beijo!

Atualizações do Instagram

Topo