quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Dica de passeio: Santuário da Penha - ES

Hoje vou mostrar um pouco desse lugar que eu sempre gosto de visitar e nunca me canso. 

O Santuário da Penha, fica em Vila Velha, no Espírito Santo. É um lugar lindo, cheio de energia boa, com uma vista maravilhosa e muita história pra contar. Já perdi a conta de quantas vezes eu visitei o Santuário e a cada nova visita eu me apego mais a algum detalhe, algum cantinho e um pouco da história.

HISTÓRIA

O Santuário da Penha (ou Convento da Penha, como também é conhecido) teve o início da sua história em 1558, quando o Frei Pedro Palácios chegou ao Brasil, vindo da Espanha.

No início, ele se instalou numa gruta, ao pé do morro - onde atualmente existe uma placa indicando a localização - e fazia suas orações junto à um painel de Nossa Senhora das Alegrias.

Conta-se que este painel, por vezes, desapareceu e foi encontrado no alto do morro, entre duas palmeiras. Depois de várias repetições desse fato, Frei Pedro decidiu que deveria construir uma edificação religiosa, no local onde o painel aparecia. Essa gravura pode ser vista atualmente no interior do Santuário.

ESTRUTURA

Além de promover a terceira maior festa católica do país em número de fiéis; o Convento da Penha é o segundo santuário mariano que mais recebe romeiros durante o ano no Brasil, com mais de 2,5 milhões de pessoas/ano.

O Santuário fica à 154 metros de altitude, é tombado pelo patrimônio histórico e cultural e conta com ótima estrutura para visitação: com estacionamento, lanchonete e loja. Mais informações no site.

               
Para mostrar melhor a beleza desse lugar (e para não perder o costume), fiz um vídeo com alguns momentos desse passeio. Espero que consigam captar um pouco de tudo que eu vi e senti. Recomendo muito esse passeio. Se estiver nas proximidades de Vila Velha, vale a pena separar uma tarde e conhecer o Santuário.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Meus aprendizados sobre 2017

A maioria das pessoas teve motivos para reclamar de 2017. Confesso que até eu caí nessa armadilha e me vi resmungando e colocando a culpa de tudo nesse ano que acabou de sair porta afora.

Acontece que quando eu realmente parei para analisar, percebi que esse ano teve de tudo um pouco e que embora muitos acontecimentos pareçam ruins à primeira vista, tudo tem um lado bom, então temos que escolher em qual aspecto vamos focar nosso olhar.

Todo acontecimento traz consigo um sentimento e uma lição. Tudo pelo que passamos nos transforma de alguma forma e nos traz até o momento presente, para sermos as pessoas que somos hoje.

2017 foi o ano da persistência, da resiliência, das provações, de testar a paciência, a fé, a tolerância e, portanto, foi também o ano do auto conhecimento.

No Brasil SEMPRE houve corrupção, S-E-M-P-R-E, mas nunca vimos tantas pessoas sendo presas por isso e nunca antes se falou em devolver dinheiro aos cofres públicos. O país passou por cada uma... Acho que esse ano vai ser um daqueles que daqui a algum tempo entrará para os didáticos escolares como um marco de mudanças políticas, como aconteceu com o ano de 1945.

Quanto à mim, descobri alguns verdadeiros amigos e também me livrei de algumas ilusórias amizades. Descobri novas paixões (o blog foi uma delas) e abri mão de alguns velhos hábitos. Comprei muito menos coisas do que estava acostumada e descobri que isso não me fez falta. Vivi experiências inéditas que me fizeram ver o lado frágil das pessoas e, mesmo assim, reconhecer nelas uma força que eu não sei se teria nas situações pelas quais passaram.

Alcancei uma conquista importante na minha lista de “sonhos a realizar”, Nesse momento, um amigo me perguntou se eu sei quando se reconhecem os verdadeiros amigos e eu prontamente respondi que é nos momentos de dificuldade, nesse dia ganhei mais uma lição:

“Você reconhece o VERDADEIRO amigo no seu auge, no seu maior sucesso. Porque para as pessoas é fácil conviver com o mais fraco, com o frágil, com aquele que precisa. É fácil para as pessoas olharem de cima para baixo, estender a mão para quem é “menor”, simples ou está em situação delicada; mas nem todos conseguem conviver com seu sucesso, com suas conquistas. Nem todos toleram ver sua felicidade e conviver com ela, principalmente se a vida dessa pessoa não estiver tão boa ou até melhor que a sua.”


E a partir dessa teoria eu compartilho essa lição. Seja cauteloso ao expor detalhes da sua vida para os outros, seja criterioso com quem você se abre. Guarde seus planos e projetos para Deus e no seu coração. Não faça da sua vida um livro totalmente aberto, saiba a dosagem certa que cada pessoa precisa e merece de você. E quando você conquistar aquilo que você deseja, pode se surpreender com a reação das pessoas ao seu redor.

Será que as pessoas realmente estão felizes pelo seu novo relacionamento amoroso? Até que ponto o elogio que fizeram da sua roupa nova foi sincero? Se você comprou um carro, aquele colega que você mal via de repente virou seu melhor amigo, isso faz algum sentido?

Claro, que nas dificuldades também nos surpreendemos com as pessoas e o auxílio pode vir de onde menos esperamos, mas quando você não precisa ser socorrido; quando você não está por baixo e, principalmente, quando você tem algo a oferecer é importante ficar atento às entrelinhas, porque também pode se surpreender se observar os detalhes que existem na sutileza de comentários ou reações.

Não pense que eu estou perdendo a fé nas pessoas, muito pelo contrário, mas proponho que usemos melhor nossos sentidos. Deus nos deu dois olhos e uma boca, então vamos observar mais e falar menos. Sejamos mais atentos ao que acontece ao redor e menos precipitados ao expor nossas ideias ou sentimentos. Se dê 3 segundos a mais para analisar um cenário antes de se pronunciar sobre um assunto.

Felicidade silenciosa costuma durar mais, planos bem guardados costumam ter maiores chances de sucesso. Preocupe-se em viver e realizar ANTES de se preocupar em publicar seus feitos para a sociedade. E se você não conseguir se conter e compartilhar seus projetos, tenha a atenção necessária para saber analisar as críticas e opiniões que receber de volta.

Conheço colegas de trabalho que apontam inúmeros defeitos na empresa e incentivam colegas a sair do emprego, enquanto eles próprios permanecem ali e buscam melhores oportunidades. Já vi pessoas criticando o namorado da amiga enquanto se insinuam para ele pelas costas. Ouvi inúmeras vezes (de conhecidos e desconhecidos na rua) pessoas criticando o sonho alheio enquanto elas mesmas não têm sequer um sonho para correr atrás.

Não deixe que a energia negativa das pessoas contagie sua vitalidade. Cultive essa energia boa de ano novo no seu coração, renove seus projetos para o futuro, faça uma lista dos passos que você precisa seguir para chegar lá e aprimore três capacidades: a de se preservar, de focar no que realmente importa e saber selecionar as coisas que você realmente precisa, os lugares em que cabe a tua presença e as pessoas que merecem a sua companhia. E para finalizar, uma frase que eu gosto muito:


sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Saladas coloridas, saborosas e práticas

Ano novo, vida nova, promessas velhas... É chegada a hora de elaborar aquelas resoluções que todo ano a gente renova e depois esquece no fundo da gaveta. E sempre tem uma boa desculpa: tempo corrido, outras prioridades, semana que vem eu começo!

Hoje vamos falar sobre uma das maiores promessas de ano novo, senão a maior delas: FAZER DIETA! Mas o foco aqui é REEDUCAÇÃO ALIMENTAR. Até pouco tempo atrás eu não era muito fã de comer saladas. Honestamente, em toda a minha vida, nunca curti muito, mas de 1 ano para cá isso mudou.
quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Recarregando as energias na Serra do Cipó

Localizada à pouco mais de 100 km de Belo Horizonte, a Serra do Cipó abriga maravilhas da natureza em um ambiente tranquilo, de belas paisagens, boa comida e pessoas agradáveis. 

Recheada com natureza exuberante e lindas cachoeiras, a região conta com uma área urbana de aproximadamente 5 km de extensão e muitas opções de hospedagem e alimentação para todos os gostos e estilos. Entre pousadas, hotéis, chalés e áreas de camping, a Serra do Cipó possui uma das floras mais diversificadas do mundo.
Editei o mapa original para facilitar a leitura e o entendimento dos pontos turísticos.

No mapa, o caminho em cinza representa a área urbana. Distrito de Santana do Riacho, o comércio local da Serra se encontra na própria MG-10 - que é a única asfaltada e conta com muitos restaurantes e bares, farmácia, supermercado, padaria e lojas de artesanato (que a gente ama). As ruas paralelas são de terra batida e abrigam boa parte das pousadas e chalés.

Ficamos na Pousada Brisas da Serra que fica bem localizada, paralela à rua principal, próximo ao comércio local e tudo estava muito bem cuidado, limpo e recebemos um ótimo atendimento.
Atenção à um detalhe, não tem caixas eletrônicos, portanto, é bom se precaver para pequenos gastos ou para o caso do cartão de crédito não passar por problemas técnicos. Por falar nisso, o sinal de celular é bem fraco. A Oi praticamente não teve sinal nenhum e a operadora que tem um sinal um pouco melhor é a VIVO.
Logo na chegada, visitei a loja RELICÁRIO e já recebi muitas dicas bacanas sobre os bons lugares para comer e passear. Agradeço à querida Jaci, super simpática, atenciosa e nos ajudou muito... O que mais me encanta nos lugares que conheço são as pessoas; você pode ir à regiões maravilhosas, se não for bem recebido e acolhido, com certeza não será um bom passeio! O que faz a diferença são AS PESSOAS!
Ainda nas andanças pelo comércio, vimos uma mega costela na brasa e quando mandei fotos pelo whatsapp alguns acharam que era de mentira...
Também conhecemos a história do famoso Juquinha, que foi um andarilho, morador da região que ofertava flores aos turistas em troca de roupa ou comida. Morreu pela última vez em 1983, isso mesmo!!! Ele sofria de catalepsia e por isso, teve uma primeira morte, da qual simplesmente levantou do caixão e assustou a todos!

Por essa e outras histórias, ele se transformou num tipo de lenda e ganhou além dessa estátua, uma ainda maior que fica em um mirante. Não fui desta vez, mas como pretendo voltar, o passeio ao mirante ficou para a próxima visita.
A região conta com muitas cachoeiras e resolvemos conhecer a SERRA MORENA, também por indicação de um morador local - o rapaz que vende coco na rua - outra pessoa boa de papo e que nos deu várias informações legais (só fiquei devendo citar seu nome aqui).

Partimos pela MG-10 e depois de quase meia hora de carro, chegamos à entrada principal (todas as cachoeiras ficam em área fechada e tem portaria paga). A entrada desta foi R$ 30,00 por pessoa, mas valeu a pena. 
Fomos primeiro na cachoeira Serra Morena II que tem acesso mais difícil, uma subida íngreme e um pouco puxada, com muitas pedras. Esse caminho que aparece ao fundo é a trilha - que é bem demarcada. Em média 15 minutos de caminhada para chegar à bifurcação que leva às duas cachoeiras. 
A cachoeira Serra Morena II é maravilhosa, mas fiquei só com a vista mesmo. Se a subida até ali foi difícil, a descida até ela parecia ainda pior. Preferi não arriscar e depois de algumas fotos, fomos para a Serra Morena I que é mais tranquila e com acesso mais fácil.
Serra Morena I: entrada suave pelas laterais, com partes rasas (como eu gosto), espaço para quem gosta de nadar e peixinhos dividindo essa maravilha da natureza com os turistas. Eles mal se mexem quando entramos na água e permanecem junto à margem sem se incomodar com a presença humana. A água é muito limpa, cristalina, simplesmente maravilhosa!
No caminho de volta, uma parada no mirante...
Depois desse passeio e de toda essa andança... uma pausa para o almoço, no meio do caminho de regresso almoçamos numa espécie de casa rural que virou restaurante. Não vou fazer falsa propaganda, estamos aqui para falar a verdade, então vou ser sincera. A propaganda do lugar foi muito boa, mas a comida deixou a desejar. Mais caro do que na vila e não tão saborosa (estava salgado) e cobra adicional para pagamento com cartão de crédito.

E se o assunto é dica de boa comida, precisamos dar crédito a quem merece. Restaurante do Marquinho: bom atendimento, preço justo, comida boa, cerveja gelada. Fica na avenida, próximo do comércio local.
Outro lugar bacana é a Aldeia Cipó (foto abaixo) que na verdade é mais uma praça de Alimentação do que um shopping, como o chamam. Tem duas ou três lojas de presentes e decoração mas, na grande maioria, são restaurantes e bares com uma variedade enorme nos cardápios. A pizza da Pizzaria Margherita é maravilhosa e esse quiosque da esquerda tem um cardápio bem variado de Açaí. Provei o açaí com gengibre e açaí com hortelã, simplesmente perfeitos!
Imagem do Street View do Google 

Para fechar o fim de semana com chave de ouro, não tinha como ser melhor : NOITE DE REVEILLON!!!

Muitos restaurantes funcionaram, alguns com reserva de mesa e preços bem salgados, mesmo para um open food. Optamos por algo mais simples e fomos para o Dente de Leão. Estava cheio, animado, um clima gostoso, gente bonita e atendimento bom!
Carol Combina + Made in Gold = Saldo de 579 fotos e vídeos gerados nessa viagem

E para não perder o costume, vamos ao nosso videozinho de melhores momentos!!! A Serra do Cipó ainda abriga muita coisa legal, foi pouco tempo para aproveitar tanta beleza. Digo e repito que quero muito voltar e explorar mais esse cantinho abençoado por Deus e bonito por natureza.


Espero que tenham gostado da dica e se tiver oportunidade, não deixem de ir!!!
terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Ano novo, velhas promessas!

Todo ano é a mesma coisa: a gente termina o ano numa alegria só; por causa do Natal, do Reveillon e a preparação para o carnaval. Releva muitos acontecimentos do ano, tentando focar na esperança e na expectativa de um ano novinho em folha, nos esperando de braços abertos.

Por pior que esteja a coisa toda, sempre conseguimos olhar para o futuro com brilho nos olhos de um porvir que será melhor - brasileiro então, é expert nisso!
Feito roupa nova, perfume bom ou bolo quentinho saindo do forno, o ano novo tem cheiro de coisa boa e ficamos empolgados e curiosos para saber o que vai acontecer. 

Essa animação toda vem acompanhada de uma energia boa que nos motiva a fazer mil promessas. Acontece que o tempo vai passando e essa vontade vai minguando, minguando e quando percebemos: lá se foram os meses e junto com eles os projetos, sonhos e metas - percebemos que mais um ano está acabando e não concretizamos metade do que foi planejado inicialmente.

Então proponho que esse ano, façamos um compromisso! Vamos focar em coisas simples, mas que poderemos realizar e que vão nos trazer real satisfação. São quatro sugestões bacanas e super fáceis de colocar em prática.


Que tal começar pela parte mais fácil!
Enumere as suas conquistas, faça sua retrospectiva 2017.

- Algo que você conquistou (um amor, um diploma, uma amizade);
- Alguém que você ajudou (a atravessar a rua, levantando o astral de alguém, doando algo ou fazendo um elogio sincero); 
- Algo que queria muito e conseguiu comprar;
- Um conselho bacana que você deu e depois recebeu um agradecimento por isso;
- Se conseguiu a CNH (ou se pelo menos tentou, já vale a experiência de ter dado um passo à frente);
- Se fez uma viagem legal;
- Se conseguiu guardar uma grana (ou se pelo menos não passar a virada no vermelho);

Não esqueça de listar também tudo aquilo que é importante na sua vida e que você manteve:

- Ter alguém que você ama por perto;
- Ter saúde;
- Poder LER este texto, ver o sol nascer;
- Morar num país tropical, alegre e sem guerras ou desastres naturais;
- Estar em pleno gozo das faculdades mentais;
- Ter o que comer, vestir e onde dormir!

Olha quanta coisa legal pode ter acontecido entre o abrir os olhos pela manhã e o deitar no fim do dia. Muitas dessas coisas passam despercebidas e, às vezes, a gente não da o devido valor.



Se tem uma coisa que pode te travar é a procrastinação. E se a ideia é botar essa lista para funcionar, a primeira coisa a ser feita é determinar para você mesmo que não vai deixar para depois NADA que possa ser feito já.

Olhe ao redor, observe (e se quiser liste) todas as pequeninas coisas que você ficou empurrando com a barriga durante o ano. Desde arrumar aquelas gavetas e tirar peças para doação ou fazer uma visita para um amigo que você sempre acaba deixando para depois. Estabeleça uma data para isso, marque no seu calendário e se programe para executar essa tarefa, no dia e hora marcados.



Pode ser um trabalho manual, contar piadas, costurar, escrever bem, cozinhar alguma coisa específica, ser ótimo com cálculos, fazer uma boa massagem, dançar, cantar, desenhar, preparar uma ótima caipirinha, decorar uma mesa bem bonita, dominar um assunto como construção, decoração, moda, automobilismo... 

Explore suas capacidades e encontre algo que te traga alegria (tesão mesmo!). Se ainda não descobriu nada, é tão somente porque não prestou atenção. Pergunte à quem convive com você: "fulano, se você tivesse que escolher alguma coisa que EU faço muito bem, o que seria?" Você pode se surpreender com as respostas e descobrir talentos que nem você mesmo sabia que tinha!



Outra meta que não vai te custar nada e com certeza vai tornar os seus dias melhores. Aprenda a elogiar mais e a receber elogios também. Isto mesmo, APRENDA A RECEBER: temos a mania de desfazer das pessoas quando recebemos um elogio e dizer coisas do tipo: Ahhh, que isso! Não foi nada! Bondade sua! Vamos agradecer e ofertar um sorriso de volta!

- Ofereça mais sorrisos às pessoas com quem cruzar;
- Pergunte às pessoas se precisam de ajuda;
- Observe mais as pessoas do seu convívio e elogie as coisas que elas fazem ou que elas são (não apenas as coisas que elas têm);
- Dê bom dia para aquela pessoa que passa por você todos os dias a caminho do trabalho, mas que você teoricamente não conhece;
- Pergunte-se o que você pode fazer para tornar o dia mais leve!
- Pratique a gentileza.

E se você animou e quer ver mais sugestões, confere o post sobre 8 AUTO CHAMEGOS. Você vai encontrar outras ideias bacanas para aumentar essa lista de coisas possíveis.

Então, o que achou das sugestões? Consegue colocar em prática? Desejo que 2018 seja ótimo para todos nós e que saibamos aproveitar cada minuto desse novo ano com sabedoria, paciência, determinação e colocando boas energias em tudo que nos propusermos a fazer. Tudo de melhor para você que me acompanhou nesses primeiros 4 meses do Carol Combina!!! Obrigada e até mais...

Atualizações do Instagram

Topo