sábado, 30 de setembro de 2017

Férias no CHILE: Vinícola Undurraga

Depois de tanto andar pelas ruas de Santiago, merecemos uma folguinha!

Alguns passeios são distantes da cidade. Existem muitas alternativas, muitas mesmo! É bom pesquisar antes da viagem e escolher os que mais combinam com cada personalidade.

A grande maioria das pessoas, vai até as cidades de Val Paraíso e Vina del Mar. Não fizemos estes passeios, fica para a próxima!

Existem diversas vinícolas e optamos por conhecer a UNDURRAGA, que é menos famosa do que a Concha y Toro (que todo mundo já ouviu falar), mas nem por isso menos charmosa.






Situada à 35km de Santiago, Undurraga possui vários rótulos premiados e foi fundada em 1885 - é uma das vinícolas mais antigas em atividade no Chile. 

Optamos por pagar o passeio, porque é um local mais afastado. Já tínhamos andado muito por conta própria e ir de forma independente requer muito planejamento e demanda mais tempo, já que você precisa pré agendar a visita no site da vinícola, pegar metrô e depois um ônibus ou Uber (atenção, pois já alertei que o Uber é ilegal, no Chile). Como queríamos ir sem preocupação, contratar o passeio foi a melhor forma de economizar tempo e relaxar. Quem preferir ir por conta própria, pode pegar as dicas AQUI.

Visitas durante o inverno têm a desvantagem de não ver as videiras grandes e carregadas, mas o passeio foi muito agradável e aprendemos muita coisa.


Na ponta de cada fileira de de videira, é plantada uma roseira que serve para detectar pragas: como as roseiras são sensíveis, elas dão indícios antes que a praga ataque a videira.

Quanto mais velhas forem as videiras, menos cachos de uvas irão produzir, porém com melhor qualidade e de onde são feitos os vinhos mais caros.



Acredite: em fevereiro esse humilde brotinho de videira estará carregado com muitos cachos de uva!



Essa "casinha" que fica alinhada no subsolo serve para fazer análise da terra, ela é revestida de vidro e se estende por um longo trecho em sentido reto.


Olha o nosso guia, o Luis Toledo - de camisa branca. Gente finíssima, bem humorado e bom de papo. Se for à Santiago, recomendo os passeios com ele - clica no nome dele que vai para a página do facebook com os contatos!

O passeio continua pelos tanques, onde o líquido é armazenado e tratado em diferentes processos de fermentação, até resultar no vinho.







Depois dessa área, partimos para a região mais charmosa e tradicional: as instalações subterrâneas, ou Caves, como são chamadas. Lá ficam armazenados os vinhos Reserva e Superior (que são os que melhoram com o tempo); já os vinhos mais simples se deterioram rapidamente e devem se consumidos com, no máximo, 02 anos.





Nesse lugar, o chão é frequentemente irrigado, para manter a umidade e não prejudicar o envelhecimento do vinho. Depois dessa parte, chegamos à um pequeno museu indígena, com objetos Mapuches e muita história.



Saindo dali, vem a melhor parte: a degustação - com 4 tipos de vinhos e a taça de presente! A nossa guia, Vânia, explicou que todo vinho com tampa de rosca é de consumo rápido e quem deseja comprar vinho para guardar por um tempo, deve sempre comprar com rolha.


É comum as pessoas pensarem que os vinhos branco e tinto são produzidos com uvas verdes e os tintos, com uvas maduras - errado!

A grande diferença está na CASCA: ela é responsável por proporcionar a tonalidade vermelha, rubi, rosé, etc...

Ao contrário dos brancos, vinhos tintos ou rosé são fermentados junto com cascas e sementes (consequentemente seus taninos). Quanto mais tempo em contato, mais intensa é a cor do vinho.

Os rosés, por exemplo, são mais claros porque ficam em contato com a casca por um período de tempo menor, em comparação com os tintos.



Depois de tanto vinho, ficamos alegrinhos e acabou a farra... Hora de voltar para casa. Tim tim!!!

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Férias no CHILE: Serro San Cristobal + Pátio Bella Vista + Costanera e Parque Arauco

Continuando nosso tour por Santiago do CHILE, vamos continuar percorrendo os passeios com acesso pelo metrô. Quem chegou agora confere o post inicial AQUI e a primeira parte dos passeios AQUI.

ESTAÇÃO: BAQUEDANO
Serro San Cristobal
Pátio Bella Vista

(Vista do Serro a partir do apartamento que fiquei)

Outro Serro lindo que você não pode deixar de visitar é o San Cristobal. Não pense que ele é parecido com o Santa Lucía (do post anterior); o conceito é completamente diferente. O primeiro é bem rústico, você vive a mistura de cidade e natureza, sente a imersão na história. O segundo já traz uma paz interior, tem um lado religioso mais intrínseco, está mais alto e totalmente cercado por natureza. Você não vai ter um contato tão próximo da cidade, como no primeiro.

O San Cristobal é um dos pontos mais altos de Santiago e abriga, no topo, a imagem da Virgen de la Inmaculada Concepción.

Para chegar até o alto você tem duas alternativas: subir por teleférico ou funicular (ou até a pé, mas sugiro desconsiderar essa opção se não tiver muuuito preparo físico - é alto pra caramba). Optei pelo funicular, pois achei mais original e exótico!


À umas três quadras do metrô , está a praça que dá acesso ao Serro. É preciso comprar um ticket dentro desse "castelo". Já viu algo mais charmoso que isso?

Você pode comprar ida e volta ou só ida e lá em cima descer pelo teleférico - que te deixa do outro lado do Serro. Nós optamos por fazer o trajeto de ida e volta pelo funicular.


Na fila do embarque, já tive essa visão dos trilhos e bateu aquele friozinho na barriga.



A subida é íngrime e bem comprida. Fiquei imaginando a vista que teria no alto. É um passeio muito legal e a vista do alto é maravilhosa!


Durante o trajeto, existe uma parada que dá acesso à um zoológico, mas TODAS as pessoas que conversamos disseram que não tinha nada demais, portanto subimos direto e chegando ao topo, e temos esta vista MA-RA-VI-LHO-SA de Santiago!



Um frio de meu Deus, mas uma visão incrível da cidade que compensa qualquer ventania nas orelhas (e o nariz de cachorro)! 


Nessa área existem muitas barraquinhas. Os presentes, adornos e lembrancinhas estavam mais caros do que no Mercado Central, mas a empanada é maravilhosa. Vale a pena fazer um lanche por lá.


Dali para frente é só por escadas mesmo. Andamos muito nessa viagem, mas voltamos com as pernas durinhas!


(Igreja de Nossa Senhora da Conceição)


O interior da igreja possui imagens em relevo nas paredes, contando passagens da vida de Jesus. 


O lugar traz uma paz imensa, é lindo e dá vontade de ficar um tempão admirando, mas como nosso tempo é curto e temos muita coisa para ver, não deu para ficar tanto quanto eu gostaria. Depois de mais um pouco de subida, chegamos ao ponto mais alto!





Abaixo da Santa, uma linda capela com as paredes todas pintadas. 



O interior é redondo e para conseguir mostrar tudo, seria preciso fazer uma filmagem em 360º, mas haviam muitas pessoas rezando lá dentro e por respeito não fiquei tirando fotos o tempo todo.

Saindo de lá, descendo pela lateral oposta das escadarias, encontramos mais surpresas. A imagem do Papa João Paulo II, a Crucificação (e algumas sepulturas de gaveta - meio sinistro isso).



Enquanto esperávamos o funicular para a descida de volta, soltei minha criança interior... 

Image and video hosting by TinyPic

Saindo do Serro, de volta pelo funicular, paramos no PÁTIO BELLAVISTA

O lugar é um quarteirão inteiro, com 7 entradas e acesso pelas 4 ruas no seu entorno, completamente tomado por barzinhos e restaurantes muito charmosos; chega a ser difícil escolher um. Se eu ficasse um mês inteiro em Santiago, comendo todos os dias ali, ainda assim não conseguiria conhecer todos os restaurantes disponíveis - são mais de 90 estabelecimentos.

Além de toda a comida boa, com culinária até de outros países, você encontra artesanato e muita variedade de roupas, decoração, acessórios, presentes, doces e afins... Cultura e gastronomia variada num só lugar: não tem como não amar!













ESTAÇÃO: TOBALABA
Shopping Costanera
Sky Costanera

Agora uma parte que toda mulher (ou quase toda) vai gostar: COMPRAS!!!

O COSTANERA SHOPPING é simplesmente o maior edifício da América do Sul. Se pode enxergá-lo de praticamente todos os cantos de Santiago. Primeiro veja da nossa vista do apartamento:



(Mais uma foto para garantir que você entendeu MESMO o tamanho do bicho)

Agora, veja com algumas quadras de distância:



Agora, mais próximo desse arranha céu lindoooo.... Morri!!!


Se alguém disser que TUDO no Chile é barato, não acredite. Como já citei antes, comida é bem caro (e teremos um post só para este assunto), mas algumas coisas são inacreditáveis de tão baratas - principalmente no Costanera. Fique de olho nas ofertas e pesquise os preços na sua cidade e na internet antes da viagem. Comprei vinhos muito baratos (metade do preço do Brasil), chocolates são uma tentação e encontrei malas de viagem com preços ótimos.

Não tirei fotos do interior do Shopping, porque na verdade Shopping é sempre igual. O que achei interessante no Costanera é que cada andar é setorizado: um andar só de roupa feminina, um só para masculina -  como você pode observar nessa foto. A indicação dos andares fica na coluna ao lado da escada rolante.



Para mim, a melhor (e maior - literamente) atração desse shopping é o mirante Sky Costanera, que fica no 62º andar e tem vista de 360º de toda Santiago.



Os ingressos são vendidos no 1º piso do Shopping e o acesso é por um elevador tão rápido que mal dá tempo de cair a ficha e perceber a subida. Uma maravilha dessas não dá para explicar, só indo lá para entender. Foto nenhuma consegue expressar como é, mas a gente tenta!








 Detalhe: o teto é aberto e me perguntei como fica se chover ou nevar???




É realmente impressionante e se você for a Santiago, não deixe de visitar...


ESTAÇÃO: MANQUEHUE
Shopping Parque Arauco
Parque Araucano


Este ponto é um pouco mais distante da estação de metrô. É preciso caminhar algumas quadras, mas não é nada exagerado - para o bom turista que gosta de uma caminhada, é super tranquilo. 

O bairro possui vários prédios de escritórios, todos com fachada de vidro e entradas imponentes. É lindo e eu me arrependo de não ter tirado fotos para mostrar aqui  - sinto que vou ter que voltar à Santiago.

Saindo da estação é preciso buscar informações para saber o rumo certo. Antes de chegar ao Shopping, você atravessa o Parque Araucano e dá uma vontade tão grande de ficar ali, sentar na grama e aproveitar o dia, que você não faz ideia... 







Masss, vida de turista é aproveitar o tempo para conhecer lugares e fazer o máximo de coisas que puder, então vamos seguindo!

Após atravessar o parque, você chega ao SHOPPING PARQUE ARAUCO. Dizem que lá tem bons preços para algumas grifes, mas honestamente, não vi grande vantagem nos preços, uma ou outra loja tinham algumas coisas legais mas nada impressionante, portanto, não vá criando grandes expectativas além de um bom passeio. 

Mas se você for lá e quiser comprar, vale a pena pegar o cartão de desconto para turistas, conhecido como Travellers Benefits & Experience. Para retirar o cartão é só apresentar o RG ou passaporte no Módulo de Informações no primeiro piso. Detalhe: eu só descobri sobre o cartão depois que voltei.








Por causa das Festas Pátrias, que acontecem na semana do dia 18 de setembro. Vimos muitas apresentações típicas. Em toda a cidade, as pessoas enfeitam janelas, estabelecimentos comerciais e carros com as cores da bandeira, por todo lado acontecem eventos relacionados ao feriado, que para eles é o mais importante do ano, pois celebra o processo de independência da Coroa Espanhola. 

A comemoração acontece por vários dias, mas os dias 18 e 19 de setembro são considerados irrenunciables, ou seja, NADA pode abrir nestes dias. 

Os chilenos são extremamente patriotas e esperam ansiosamente por essa data. Alguns comemoram em casa, fazendo asados e dançando a cueca. Outros vão para as fondas, que são as festas de rua, espalhadas na cidade. Na semana desse feriado, a cidade fica TODA em clima de festa e as pessoas se tornam ainda mais calorosas e festivas. Vi até um segurança de loja, dançando com a vendedora, alegrinhos durante o trabalho.



Apesar de haver uma Lei Seca extremamente rígida durante todo o ano (no Chile é proibido tomar bebidas alcoólicas nas ruas, lugares públicos, shows, etc...), as Fiestas Pátrias são a única oportunidade que se têm para ingerir bebida alcoólica nas fondas, à vontade, sem ser preso.

Na praça de alimentação teve show e dentro do Shopping, um grupo de dança percorria as principais lojas, fazendo pequenas apresentações. Deu vontade de ficar seguindo eles e assistindo sem parar; é muito lindo!


(Essa dança se chama Bailar Cueca) 

BÔNUS: para compras, eu preferi o shopping VIVO que é praticamente do tamanho de uma galeria, mas tem bons preços. Ele fica próximo à estação Los Leones.

Bom gente, estes foram os principais pontos que visitamos usando o metrô. Concorda que dá para fazer muita coisa, gastando pouco? Na sequência vamos falar dos passeios contratados com agências de turismo. Não perca!

Atualizações do Instagram

Topo